07/09/2019

João Victor Oliva recebe o Lusitano F-Aron de Massa

Projecto que une criadores de Lusitanos de França e dos Estados Unidos.

O Lusitano continua a impulsionar projectos com visão de futuro. Recentemente duas coudelarias de Lusitano, de França a Coudelaria do Luar e dos Estados Unidos a Blueberry Farm, uniram-se para dar forma a um novo projecto de Dressage. Seus proprietários, Leonardo dos Anjos Melo e Rodrigo Guedes da Cunha respectivamente, investiram no cavalo Lusitano de 9 anos, F-Aron de Massa.

Rodrigo Guedes da Cunha contou-nos com entusiasmo “Em nome de todo o team BF Horse, venho expressar muito orgulho nessa sociedade com a Coudelaria do Luar. Temos a certeza absoluta da enorme qualidade do nosso F-Aron de Massa e esperamos que nos traga muitas alegrias dentro das pistas e em nossas criações passando adiante sua excepcional genética e capacidade esportiva."

O cavaleiro escolhido para o projecto foi João Victor Oliva, cavaleiro olímpico brasileiro, radicado na Alemanha e que se encontra neste momento na corrida para preencher a vaga no team de Dressage brasileira para Tóquio 2020. Rodrigo Guedes da Cunha explicou que a escolha foi muito clara "O F-Aron não poderia estar em melhores mãos. Acreditamos muito no João Victor Oliva e que chegarão juntos ao mais alto nível do esporte”

João Victor Oliva também manifestou à Tribuna Lusitana grande alegria neste novo desafio: "estou muito contente com a oportunidade de montar o Aron, vou focar 100% nos treinamentos para o cavalo chegar no físico ideal e entrar em pista o mais breve possível."

Para Leonardo dos Anjos Melo a paixão pelo projecto nasce da paixão de ser criador “tenho muito orgulho e sinto-me feliz de ter a sorte de criar esta raça - Lusitano - que aos meus olhos é a melhor do mundo” comentou emocionado.

O cavalo F-Aron de Massa foi ensinado durante um ano e meio pela cavaleira francesa Laetitia Isselin, que foi responsável por preparar o cavalo para Grande Prémio.

Em seu website Laetitia explica sua filosofia, dizendo que a Dressage é uma troca entre o cavalo e o homem. O dever do homem para com o cavalo é fazê-lo feliz e apto para o trabalho montado. Considera que todos os cavaleiros devem progredir em sua disciplina pelo trabalho da biomecânica, essencial para a boa evolução do cavalo.

Desejamos boa sorte para o projecto!